Dupla canadense disputa Aberto de Brasília como preparação para o Circuito Mundial: “Jogar em alto nível e em situações de pressão é importante”

Publicado em: 28 DE ABRIL

Dupla canadense disputa Aberto de Brasília como preparação para o Circuito Mundial: “Jogar em alto nível e em situações de pressão é importante”
Canadenses Sophie Bukovec e Brandie Wilkerson disputam Aberto em Brasília (Créditos: Divulgação/CBV)


Entre as quase 100 duplas que disputam a quarta etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, em Brasília (DF), uma chama a atenção pelo idioma. Sem um circuito nacional em seu país, as canadenses Brandie Wilkerson e Sophie Bukovec participam do Aberto no Parque da Cidade, parte da preparação para as próximas etapas do Circuito Mundial.

“Acompanhamos o Circuito Brasileiro de longe por muito tempo. É uma honra poder fazer parte desta competição, ter a chance de jogar e mostrar nosso jogo. Não temos um circuito nacional, então esse evento é importante para a nossa preparação, especialmente porque somos um time novo e estamos procurando oportunidades de aprender”, diz Brandie Wilkerson, quinta colocada nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Estar no Brasil já não é novidade para a dupla. Treinadas pelo brasileiro Rico de Freitas, medalhista de prata no Rio-2016 com Ágatha/Bárbara Seixas, elas escolheram o país para a pré-temporada e também disputaram o Challenge de Itapema (SC) do Circuito Mundial há duas semanas.

“O Circuito Brasileiro é organizado de maneira tão profissional, e poder jogar em alto nível e em situações de pressão é muito importante para nosso aprendizado e nosso crescimento. Estamos muito gratas pela oportunidade de jogar aqui. Ficamos um mês fazendo pré-temporada no Rio de Janeiro, depois competimos em Itapema e agora estamos em Brasília. É como se o Brasil fosse nossa segunda casa. O clima e as pessoas são muito legais, e o Brasil é tão lindo, então é um bom lugar para se chamar de casa”, afirmou Sophie Bukovec.

Depois de passarem do qualifying na quarta-feira, Brandie e Bukovec venceram suas duas partidas fase de grupos do Aberto no tie-break – 2 sets a 1 sobre Tainá/Vic (21/8, 19/21 e 15/11) e 2 sets a 1 contra Thainara/Aline (15/21, 21/10 e 15/10) – e garantiram a vaga nas quartas de final, que serão disputadas nesta sexta-feira, a partir de 8h. As semifinais do Aberto e as duas primeiras rodadas da fase de grupos do Top 8 também serão nesta sexta.

Confira a tabela de jogos

Veja a galeria de fotos

No novo formato, o Circuito Brasileiro é dividido em duas competições por etapa. O Aberto reúne as duplas entre o 8º e o 13º lugar no ranking, além de dois convidados e até oito parcerias classificadas pelo qualifying. Já o Top 8 será disputado pelas sete duplas mais bem ranqueadas, além de um convidado especial: o campeão do Aberto anterior, que ganha o wild card como bônus pela performance – na etapa de Brasília, as duplas Pedro Solberg/Arthur Lanci e Taiana/Hegê ficaram com as vagas pelas medalhas de ouro conquistadas em Itapema (SC). Já os vencedores de cada etapa Top 8 recebem da CBV o custeio de passagem, hospedagem, transporte e alimentação para uma etapa do Circuito Mundial.

A quarta etapa do Circuito Brasileiro conta também com medalhistas olímpicos (Bruno Schmidt e Bárbara Seixas, ouro e prata nos Jogos Rio-2016, respectivamente); campeões do Campeonato Mundial (Bárbara Seixas, Bruno Schmidt, e André Stein); e campeões do Circuito Mundial (Pedro Solberg, Talita, Taiana, Maria Elisa, Bárbara Seixas, Bruno Schmidt, André Stein e Duda).

As finais do Aberto, no sábado, e as decisões do Top 8, no domingo, serão transmitidas pelos canais sportv, pelo Vôlei de Praia TV e pelo Facebook da CBV. A entrada na arena montada no Parque da Cidade é gratuita.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais